um som sobre o tempo (em breve gravado)

como a brisa o tempo passa
você continua aqui
minhas piadas perdem a graça
mas você ainda sorri
o fogo ponteiro que queima o pavio é o mesmo que muda a matéria em mim
só a areia separa o presente vazio do fim

o pó se acha dono
do mundo e do destino
o pó é só carbono
dessa vida é clandestino
se os rios deságuam e o mar não se enche
porque o espelho é tanto pra ti?
o vento que sopra no norte é o mesmo daqui

ei relógio, me esquece
ampulheta, enlouquece
renovo minha prece
e te mando sair

a ruga aparece
alertando o que esta por vir

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s