Seguindo a canção

Havia um tempo que eu não postava alguma coisa aqui… Enfim, hoje estou me obrigando a escrever, na esperança de sair algo útil… whatever.

O Brasil passa, evidentemente, por uma crise politico-econômica a qual não estávamos preparados. A capa da revista “The Economist” que saiu essa semana é digna de ganhar páginas nos futuros livros de história…

2009/2013

Os yankees querem saber como nós conseguimos contrariar as expectativas e nos sair bem pior do que o previsto. Acontece que aquele impulso econômico de anos atrás deveu-se majoritariamente a um conjunto de fatores que, por acaso, ocorreram simultaneamente, favorecendo as terras tupiniquins. Em vez de lançar mão desse bom momento para criar planos e guiar o Brasil para um horizonte desenvolvido, nossos governantes (especialmente nosso amado Guido Mântega <3) agiram como bêbados ao volante, com políticas irresponsáveis. Qual o maior exemplo que as obras para a copa do mundo?

Cara, eu fui no Maracanã semana passada. É um pedacinho da Europa bem no meio do Rio de Janeiro. Não quero nem imaginar o que rolou de superfaturamento nisso… O cofre público foi estuprado.

Enfim, o motivo desse post foi uma página que eu achei no facebook.

https://www.facebook.com/GolpeMilitar2014

Brother, na boa, sei que não se deve levar a sério uma página com 12 mil likes. Mas o incrível é que eu conheço pessoas que se dizem intelectuais e que defendem um possível golpe militar contra o governo atual… O argumento deles, por incrível que pareça, é igualzinho ao dos militares nos anos que antecederam 64. Não passa pela cabeça deles que o mundo mudou um pouquinho em 50 anos, não?
Liderado pelo perdido Jango, o Brasil passava por uma crise politico-econômica assim como hoje. E assim como hoje, houveram grandes manifestações a favor e contra medidas sociais. Jango queria implantar as reformas de base, o PT (teoricamente) cria políticas sociais para ajudar as classes desfavorecidas. Pessoinha desocupada que lê isso aqui, não estou de forma alguma, defendendo o PT. Aliás, foram suas políticas populistas que nos colocaram na situação atual. Se for pra falar mal do partido vermelho, preciso criar um post de umas cinco páginas, o que não é o objetivo desse aqui haha. Entretanto, o contexto internacional da época era completamente diferente do de hoje. O mundo passava pela Guerra Fria, as duas maiores potências mundiais financiavam diversos conflitos para adotarem aliados, não importando como isso fosse feito. A Angola, por exemplo, ainda possui cicatrizes dessa política sovietica/americana. No meio desse tiroteio, estava o governo de Jango, com tendências esquerdistas. O resultado, claro, foi que o nariz grande dos yankees se meteu novamente onde não devia, e o regime militar entrou em vigor no ano de 1964.

“Perigo Vermelho.”

Cara, o comunismo nem existe mais. O que vigora em Cuba, Coreia do Norte e China é uma aberração política, repugnada por seus cidadãos. Infelizmente, a mordaça do autoritarismo ainda sustenta essa imbecilidade. O que eu não aceito é que pessoas que pertencem à “Elite” brasileira usem o mal governo petista como justificativa para um regime autoritário. É verdade que o brasileiro não sabe votar? É sim, ainda vivemos no país da ignorância, da troca de favores, etc. Todavia, é um equívoco do tamanho do Maracanã ignorar a democracia, que ainda possui o gosto amargo de sangue dos meus avós.

O “desenvolvimento” na época do regime militar que os golpistas tanto exaltam é uma ilusão. Ilusão sustentada pela miséria dos assalariados. Obras faraônicas? Parte da ilusão. Bastar olhar a dívida externa ao fim do regime. Dobrou, triplicou, quadruplicou. A Dilma, que sabidamente lutou contra isso, hoje reproduz essas práticas. E o preço disso tudo, foi a censura, a tortura, a morte.
90 milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção! 180 milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção!

Advertisements

One thought on “Seguindo a canção

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s